O Inverno sob a ótica da Medicina Tradicional Chinesa

O Inverno sob a ótica da Medicina Tradicional Chinesa
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

A natureza nos ensina sobre o modo de ser de cada movimento que nos oferece. As características climáticas próprias de cada estação trazem junto a si algumas ocorrências particulares que influenciam o ambiente e o Ser vivo, consequentemente.

O inverno começa oficialmente em 21 de dezembro até 22 de março, no Hemisfério Norte; e de 21 de junho a 23 de setembro no Hemisfério Sul. É o final de todas as estações do ano. A natureza nos ensina sobre o modo de ser de cada movimento seu. As características climáticas próprias de cada estação trazem junto a si algumas ocorrências particulares que influenciam o ambiente e o Ser vivo, consequentemente.
 INFLUENCIA SOBRE A NATUREZA: Inverno é o momento em que a natureza hiberna, entra em repouso, em recolhimento, há tendência ao silêncio, à reflexão, segundo a sabedoria tradicional chinesa, preparando condições para a nova geração de flores e frutos da primavera, que resplandecerá em exuberância graças à energia conservada pelo inverno; tempo de receber, de introspecção, de armazenar energia, de repousar, de meditar. Momento em que as sementes armazenam forças para brotarem. Os animais se recolhem. inverno é marcado pela presença de uma paisagem que mostra árvores com aspecto de mortas e pouca atividade animal.  Aves e animais migram para regiões mais quentes em busca de alimentos, de nova vegetação e para procriar.  Assim também, o homem precisa poupar o organismo dos excessos e da exposição a agentes agressivos para ter energia necessária para as próximas estações do ano.
INFLUENCIA SOBRE O SER: Homem e natureza estão intrinsecamente ligados, Assim, a natureza é fora, ao redor e dentro de nós. Ainda não existem conclusões científicas capazes de explicar suficientemente como as alterações meteorológicas interferem na saúde, melhorando ou piorando algumas doenças e porque alguns doentes são mais susceptíveis que outros, apresentando respostas físicas, energéticas e psicoemocionais em níveis muito diferentes entre si. O certo é que diferentes níveis de temperatura, altitude e umidade relativa do ar interferem no funcionamento normal desde o interior das células, influenciando a dinâmica dos tecidos, órgãos, sistemas orgânicos e consequentemente de todo o Ser. Todas as partes do corpo funcionam de maneira integrada. Quando alguma região sofre interferência externa em nível potencial exige adaptações ou compensações para fazer frente a situação, e este é um recurso físico e energético para adaptar o Ser ao meio, então, pode apresentar um certo bloqueio ou desequilíbrio, e com isso, eventualmente levando a processos de adoecimento que se iniciam imperceptíveis e localizados e vão se tornando cada vez mais evidentes, generalizados e prolongados ou crônicos, se não tratados.
O INVERNO E A ENERGIA DE VIDA NO HOMEM: O inverno é de natureza Yin. Ocorrência em que se dá o rebaixamento da energia Yang, e com isso ocorrem sintomas como fraqueza, lentidão, frio e ligeira depressão, entre outros. No inverno o corpo necessita de maior quantidade de energia para manter a temperatura corporal em níveis adequados. O inverno é regido pelo elemento água e está relacionado com os rins e a bexiga. O rim é a sede da energia essencial.  No inverno, a água está desgastada devido à seca do outono e pelo seu uso intenso na primavera e verão, sendo estes desgastes mais evidentes no idoso ou em indivíduos onde a saúde já vinha debilitada há tempo. A água é o elemento que gera e mantém a vida, é a essência da vida.
ALTERAÇÕES ENERGÉTICAS DO RIM E SUAS CONSEQUÊNCIAS: Deficiência do Yin do Rim: significa a falta de fluídos que neutralizam o calor do corpo (Yang). Desta forma, o corpo fica muito aquecido no inverno, causando calores, suores noturnos, agitação e irritação.  Deficiência do Yang do Rim: significa a falta do calor vital que aquece os fluídos corporais, causando intenso frio nas extremidades, aversão ao frio, libido reduzida e urina frequente.
CORRESPONDÊNCIA FÍSICA EM RELAÇÃO AO INVERNO: Segundo vimos, a essência de nossa vida está armazenada nos rins. Na MTC (Medicina Tradicional Chinesa), o rim é o órgão que representa o elemento água e o inverno. O ouvido é sua expressão. Devido a esse conhecimento, podemos entender porque adultos e crianças têm maior incidência de problemas de ouvido no inverno: dores e/ou infecções de ouvido, dificuldade de audição, ruído no ouvido, entre outros. Outro órgão relacionado aos rins são os ossos, por esta razão, há maior incidência de problemas dentários (os dentes são de tecido ósseo), tais como dores de dente, agravamento de dores crônicas, das dores articulares e nas costas. A energia do rim está conectada, além dos próprios rins,com os órgãos sexuais e reprodutivos, causando mais frequentemente, no inverno, infecções urinárias e problemas de ordem sexual.
ALGUNS ADOECIMENTOS MAIS COMUNS DESTA ESTAÇÃO: Inflamação das vias aéreas superiores, gripe, resfriado, faringite, sinusite, rinite , asma, bronquite podem se agravar. Entretanto, deve-se observar de que as alergias como a rinite e sinusite e as doenças respiratórias como a asma, pneumonia e bronquite são mais pontuais no Outono, estação do ano mais prejudicial.
IDOSOS E INVERNO: Esta faixa etária, em geral têm dificuldades de mobilidade por consequência de um metabolismo muscular mais frágil. O frio dificulta a circulação de Qi (Ki) e consequentemente do Xue (Sangue) nas articulações e nos músculos. Nos dias mais frios é que pessoas da terceira idade mais sofrem de dores ósseas, musculares e articulares. As regiões mais acometidas de dores são o ombro, joelho, coluna vertebral, pés e mãos. Entretanto, pessoas que sofreram fraturas, se submeteram a cirurgias ortopédicas, entre outros casos, também podem sentir dor ou mal estar que não conseguem especificar muito bem. Acupuntura representa um alívio para as dores, previne a atrofia músculo esquelética possibilitando a recuperação do tônus e da massa muscular, com isso, melhora a coordenação motora e a motricidade e ainda contribui para uma melhor longevidade.

CORRESPONDÊNCIA PSICOEMOCIONAL EM RELAÇÃO AO INVERNO: Os sentimentos predominantes no inverno, quando o meridiano do rim está em desequilíbrio, são o medo e a insegurança, que se tornam mais intensos e até mesmo fora de controle.

ALIMENTOTERAPIA PARA O INVERNO: O inverno é a melhor época para (em geral) usar, em nossa dieta, alimentos que contenham a essência da vida, como os grãos, as sementes, as raízes e as nozes.
Para aqueles que apresentam algum desequilíbrio do “inverno”, o melhor tipo de alimento dependerá da deficiência de energia que o rim apresenta.
DICAS GERAIS DE PREVENÇÃO E DE CUIDADOS: É indispensável acompanhar o ritmo da natureza para manter a saúde: dormir melhor, praticar atividades menos intensas, economizando o gasto de energia, agasalhe-se suficientemente, nada de exageros, não se exponha desnecessariamente à chuva ou ao frio. Tome água pura com freqüência. Alimente-se regularmente com frutas silvestres (berries), verduras, legumes, nozes, castanhas e sementes. Algas (spirulina), comidas e frutas refrescantes, alimentos crus e sal, com moderação. As frutas cozidas são ótimas alternativas para substituir os doces. São muito bem indicados o gengibre, o cravo, erva-doce, anis e a canela, além dos caldos, sopas e cozidos em geral, quinua, cevada, vagem, feijão preto, gergelim preto.  Evite café, álcool, tabaco, alimentos pesados e de difícil digestão. Nada de gelados. Evite lugares congestionados de pessoas. Tome Sol diariamente. Cuide da higiene oral escovando os dentes após se levantar, após as refeições e antes de dormir. Ao tossir ou espirrar= ponha a mão na boca. Lave as mãos com frequência. Se assim mesmo sua garganta inflamar, pode usar própolis não alcoólico, de preferência, use chás caseiros como o gargarejo com chá de casca de romã ou de folha de batata doce com cravo da índia.

Procure cuidar de sua alimentação neste período. Os alimentos possuem propriedades medicinais, bem como amornantes e refrescantes. Utilizando os alimentos apropriados para cada estação do ano, muitos problemas e enfermidades podem ser evitados, além de fortalecer e preparar seu organismo para a próxima estação: a primavera, época das alergias!

GARANTINDO SAÚDE

ACUPUNTURA, UM RECURSO DE EXCELENCIA: Atualmente a humanidade dispõe de variado arsenal terapêutico, especialmente aqui, no ocidente, onde contamos com diversas alternativas terapêuticas acessíveis a todos. Entre elas, temos a acupuntura. É verdade que a Acupuntura é um conjunto de recursos muito interessante e eficiente, tendo se revelado como um método milenar da tradicional medicina chinesa, rápido, seguro, indolor, que age rearmonizando e reequilibrando a circulação energética e sanguínea, dentro e fora dos meridianos, fortalecendo os rins, atuando em todas as dimensões do Ser, regularizando a função de todos os órgãos e sistemas, melhorando a nutrição e o reparo celular, equilibrando o metabolismo dos músculos, nervos, ossos e articulações propiciando o relaxamento e o alivio das dores. A acupuntura pode ser realizada em qualquer época do ano, já que todas as estações do ano oferecem fatores que podem ser perversos para a natureza humana, e é por isso temos as tão conhecidas doenças típicas de verão, de outono, de inverno e até da mais bela das estações: a primavera. . A Tradição chinesa utiliza também a técnica da moxabustão, moxaterapia ou simplesmente moxa  para aumentar a imunidade, fortalecer a saúde, previnir, tratar e combater as doenças causadas pelo frio, através da estimulação de pontos de acupuntura e regiões do corpo pela aplicação de calor produzido pela queima de plantas medicinais, sendo a Artemísia a principal erva utilizada. Com a aplicação da moxa se obtém a propagação de ondas de calor que promove o dinamismo da circulação, faz fluir e desbloqueia os canais e colaterais da acupuntura, move o qi (energia) e regulariza o sangue, dispersa a umidade acumulada e expele o frio patogênicos que possam ter penetrado no organismo, dissolve o inchaço, promove o dinamismo do corpo, relaxa o corpo, acalma a mente (shen), as emoções e facilita o sono reparador.
Como vimos, a Acupuntura trata eficientemente os transtornos causadores de doenças, por isso, o melhor é iniciar o tratamento o mais precocemente possível. Já que é igualmente eficiente na prevenção de doenças, pode-se realizar sessões de manutenção para fortalecer toda a nossa unidade corpo-mente-energia.

 

Veja também em nosso site:

1) Tatuagem pode ser prejudicial à saúde?

2) ATIVIDADES FÍSICAS - INDISPENSÁVEL PARA TODOS OS SERES (AULA)

3) Bruximo. Ranger de dentes e a Acupuntura

4) Soluções naturais para aliviar as ondas de calor da menopausa

5) Dica de Saúde – ACNE

6) Óleo de Copaíba e seus muitos benefícios

7) Quibe vegetariano de forno – Receita

8) Maracujá, um fruto maravilhoso

9) Fitoterápicos

10) Lian Gong - Uma Atividade Física fácil, de Excelentes Resultados

11) ESTUDO DE CASO - PARALISIA FACIAL

12) Linhaça: a Semente Mágica

13) Dor na coluna, Dor Ciática Lombalgia

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Veja Também:

Artigos Relacionados


Olá, deixe seu comentário para O Inverno sob a ótica da Medicina Tradicional Chinesa

Enviando Comentário Fechar :/