O Calor sob a ótica da Acupuntura – As doenças de Verão

O Calor sob a ótica da Acupuntura – As doenças de Verão
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Entendendo as estações da natureza e sua influencia sobre o Ser, sob o olhar da Medicina Tradicional Chinesa.

O Calor e as ocorrências próprias do verão podem ser compreendidas pela interpretação exclusiva da Medicina Tradicional Chinesa.

Vejamos os Seis Fatores Patogênicos (Causas Externas):

Vento – relacionado ao elemento madeira, ocorre na primavera

Frio – relacionado ao elemento agua, ocorre no inverno

Calor – relacionado ao elemento fogo, ocorre no verão

Fogo – ocorre quando diferentes fatores se tornam muito extremos

Umidade – relacionado ao elemento terra, ocorre no fim do verão e início do outono

Secura – relacionado ao elemento metal, ocorre no outono

Relacionam-se às estações ou ao ambiente de trabalho, quando expostos a frio, temperaturas elevadas, vento, umidade, por exemplo.

Todos os fatores podem atuar isoladamente ou combinados com outro ou mais fatores no ataque ao corpo.

No decurso da enfermidade causada, qualquer dos seis fatores pode influenciar os outros e pode ainda se transformar em outro tipo de mal sob certas condições.

Por exemplo, o Frio patogênico que entra no interior do corpo pode se transformar em Calor patogênico, e o Calor-Verão de longa persistência com Umidade pode se transformar em Secura patogênica.

Os seis fatores climáticos adentram o corpo através dos espaços localizados entre a pele e os músculos, ou por aberturas como nariz e boca, podendo causar disfunções. Por essa razão, eles também são chamados "os seis fatores exógenos ou externos".

Os seis fatores patogênicos não afetam todas as pessoas da mesma forma. Com efeito, excepcionalmente, pessoas sadias não são adversamente afetadas por qualquer deles. Um "excesso de Fator Patogênico" atacará o corpo apenas quando e onde este se encontre fraco e somente quando o Qi protetor esteja deficiente em alguma parte ao longo da superfície do corpo.

Uma das propostas da medicina preventiv.a é manter o corpo resistente a tais ataques externos.

Doenças dos seis fatores são mais prováveis de acontecer principalmente sob condições climáticas anormais, quando o corpo está preparado para a estação dominante e repentinamente enfrenta uma força oposta. Períodos de frio repentino no meio do verão, por exemplo, causam com frequência epidemias de gripe. Igualmente, pessoas que viajam ou se deslocam de um lugar frio, seco para um clima quente, úmido são mais vulneráveis à invasão por excessos climáticos locais que os nativos da região.

A peste foi o principal problema durante os tempos passados. Dessa forma, a Medicina Tradicional Chinesa aprendeu acerca de disfunções epidêmicas desde cedo, sendo os fatores patogênicos responsabilizados por isso. A pestilência é um tipo de fator patogênico com intensa infecciosidade. Ataques de fatores patogênicos estão, com efeito, relacionados a climas inusuais como secas, inundações, calor extremo e também à poluição. As epidemias ocorrem subitamente com sintomas severos e são altamente contagiosas

火 Fogo

O elemento Fogo está associado ao coração, pericárdio, intestino delgado e relacionados com a língua, onde pode ser avaliado. Ele está ligado à estabilidade da mente, ao entusiasmo e calor nas relações humanas.

Quando diferentes fatores se tornam muito extremos, eles se transformam em Fogo patogênico.

Quando qualquer um dos cinco fatores torna-se demasiado extremo, muitas vezes ele se transforma em Fogo patogênico. Os sintomas são geralmente formas mais intensas daqueles associados com o mal original, além de sintomas de Calor extremo. O "Fogo interior" também pode ser causado por atividade emocional excessiva ou por abusos de comida, bebida e sexo. A raiva violenta, por exemplo, frequentemente provoca uma sensação de calor subindo a partir do abdômen superior, onde o Fogo do Fígado se encontra encolerizado. Muita comida e bebida fortes provocam Fogo que se direciona ao estômago, enquanto tristeza profunda ou paixão, muitas vezes, fazem com que ele suba para os pulmões.

Características do Fogo patogênico:

  • O Calor de Fogo patogênico é um dos fatores Yang e arde para cima no corpo.

  • É provável que o Fogo consuma o Qi (energia vital) e prejudique os fluidos corpóreos. 

  • O Fogo pode produzir vento e agitar o sangue.

  • O Fogo pode causar feridas e úlceras. 

 暑 Calor-Verão

O Calor-Verão é uma manifestação yang, causa a expansão e o aumento de atividade, pertence ao elemento Fogo e é predominante durante o verão. Os principais sintomas do Calor-Verão são o excesso de calor corporal, sudorese profusa, boca e garganta secas, constipação e palpitações cardíacas. Quando o Calor-Verão se combina com a Umidade, produz dores abdominais, vômitos e espasmos intestinais.

Características do Calor-Verão patogênico:

  • Calor-Verão pertence aos fatores Yang e é quente por natureza.

  • O Calor-Verão mal se caracteriza pela ascensão e dispersão.

  • Pode consumir Qi (energia vital) e prejudicar o fluidos corpóreos. O Calor-Verão patogênico com frequência se combina com Umidade patogênica.

  • Síndromes do calor Vento-calor: essa condição bastante comum aparece principalmente na forma de resfriados comuns e gripes. O vento se combina com o calor para produzir sintomas de febre, dor de garganta, sede, cefaleia, sudorese, pulso rápido e, às vezes, ponta da língua vermelha. O princípio do tratamento é repelir o vento e eliminar o calor com acupuntura e fórmulas herbárias.

Calor excessivo nos órgãos os sintomas dessa condição de excesso de yang geralmente são: irritabilidade, sede, garganta seca, urina concentrada (escura ou espumosa), constipação, língua vermelha com saburra amarelada, e pulso cheio e rápido.

Outros sintomas dependem do órgão afetado. Por exemplo, o fogo do coração produz distúrbios emocionais severos como nervosismo descontrolado. O fogo do estômago pode causar úlceras bucais. O fogo do fígado pode gerar raiva extrema.

O fogo dos pulmões pode produzir um acúmulo de muco amarelado nos pulmões. Em todos os casos, o tratamento é eliminar o calor excessivo com ervas e a manipulação de pontos de acupuntura que têm afinidade com o órgão e a síndrome afetadas.

O verão e a Medicina Tradicional Chinesa

Segundo os princípios da Medicina Tradicional Chinesa, o verão é regido pelo elemento fogo, responsável pelo crescimento, alegria e consciência espiritual.

Para a Medicina Chinesa é indispensável, nesta estação, o fortalecimento do sistema imunológico que é essencial em qualquer época do ano, uma vez que nutre a energia essencial Qi, prevenindo doenças e mantendo a saúde do corpo.

Verão, sol e calor tornam-se presenças constantes e podem acarretar danos à pele, como acne (cravos e espinhas), por exemplo.

Dicas para aproveitar o máximo do verão

Um dos grandes vilões do verão é a desidratação, que pode acabar com sua energia, provocando indisposição. Crianças, idosos e obesos são os mais afetados pela exposição prolongada ao calor e, nesses casos, a desidratação pode ser perigosa. Os sintomas da exaustão pelo calor incluem transpiração intensa, palidez, cãibras musculares, cansaço, fraqueza, tonturas e náuseas ou vômitos.

Para prevenir esses males:

  • Beba muito líquido para prevenir a desidratação, preferindo água pura: entre 2 e 3 litros (cerca de 6 a 8 copos) de água filtrada ou mineral, por dia. Muitas vezes, quando você sente sede já é sinal de que seu corpo está desidratado e necessitando de reposição de água e sais mineiras essenciais. A desidratação pode estressar o coração e prejudicar a capaci dade dos rins para manter o nível correto de fluidos e equilíbrio de seu corpo.

  • Evite Sol por tempo prolongado, especialmente os horários entre 10h e 16h. Evite exposição a vento direto como o de ventiladores e ar condicionado. Hidrate a pele, usando óleo de amêndoas ou similar. Na praia, não sente diretamente na areia (forre sempre com toalha ou canga) e evite andar descalço para evitar bicho geográfico, micose, etc. Não frequente praias impróprias para banho nem piscinas que não estejam devidamente tratadas.

  • Prefira alimentos leves de fácil digestibilidade. Prefira frutas, verduras e legumes crus, suco de fruta natural.

  • Pratique exercícios físicos ao ar livre em horários de menor intensidade de calor, como o início da manhã e o fim da tarde. Prefira ambientes arejados. Evite aglomerações.

  • Use roupas leves e priorize tons claros, tecidos naturais e de algodão. Cores escuras absorvem a luz e calor.

  • Banhos mornos podem ser eficientes para reduzir a sua temperatura corporal. Não compartilhe toalhas. Seque bem dobras do corpo e vãos dos dedos.

  • Lave as mãos e os olhos com água fresca, com bastante frequência. Com os dedos, leve água fresca para o interior das narinas.

  • Se você sentir tonturas ou sudorese excessiva é sinal de que precisa diminuir o calor corporal. Uma dica é ingerir uma bebida fresca. Um copo de água com uma colher de chá de vinagre de maçã pode auxiliar a aliviar os sintomas. O vinagre ajuda a repor os sais minerais tão valiosos para uma saúde perfeita.

  • No antigo Egito, China e Extremo Oriente, o suco de melancia e suas sementes eram tradicionalmente oferecidos aos viajantes sedentos como forma de amenizar os sintomas de desidratação típicos do calor de verão. A melancia refresca e purifica o organismo, além de agir como um diurético natural.

Texto adaptado com base nos artigos de Flor de Ameixeira  e Acupunturista.net

 

Veja também em nosso site:

1) TRADIÇÕES DAS TERAPIAS CHINESAS

2) HISTÓRIA DA ACUPUNTURA NO BRASIL E NO MUNDO

3) POLÍTICA NACIONAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES (PNPIC)

4) BATATA-DOCE - UM SUPERALIMENTO

5) DICAS DE SAÚDE - DIVERSAS

6) A PSICOLOGIA, SOB O OLHAR DE UMA ACADÊMICA

7) RED-RED DE GANA – BARBARELISMUS 

8) O OUTONO PELA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

9) ESCALDA-PÉS PARA RELAXAR - Receitas Maravilhosas

10) DEPOIMENTO SOBRE TRATAMENTO COM ACUPUNTURA TRADICIONAL SISTÊMICA – VÍDEO

11) ANSIEDADE ALIMENTAR - UM DESCONTROLE

12) ANIS ESTRELADO, UM CHÁ DELICIOSO E REPLETO DE BENEFÍCIOS

13) ESTUDO DE CASO DOR DE CABEÇA CRÔNICA

14)  TATUAGEM PODE SER PREJUDICIAL À SAÚDE?

15) TOSSE E ACUPUNTURA

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Veja Também:

Artigos Relacionados


Olá, deixe seu comentário para O Calor sob a ótica da Acupuntura – As doenças de Verão

Enviando Comentário Fechar :/